Abdominoplastia

A abdominoplastia faz parte das cirurgias de contorno corporal. Enquanto a lipoaspiração retira o excesso de gordura, fazendo uma escultura no contorno do corpo, a abdominoplastia retira o excesso de pele que surge após grandes variações de peso ou após as gestações.

Resumidamente, os passos que nós realizamos na nossa rotina de abdominoplastia são:

- Retirada em bloco de toda a pele que fica abaixo do umbigo;

- Plicatura (costura) do músculo reto abdominal;

- Lipoaspiração das laterais do abdome;

- Reposicionamento do umbigo.

Esta lipoaspiração que é feita em todos os pacientes que fazem abdominoplastia é totalmente diferente de uma lipoescultura. Nós podemos fazer abdominoplastia e Lipoescultura juntas, mas neste caso são duas cirurgias.

A maioria das pacientes que precisam de uma abdominoplastia vem ao consultório querendo fazer somente lipoaspiração, porque não querem ter a cicatriz da abdominoplastia. Mas, infelizmente, a lipoaspiração isolada não vai retirar o excesso de pele e, então, não vai corrigir a flacidez.

A grande maioria das pacientes que necessitam de abdominoplastia precisam da abdominoplastia clássica, que foi citada acima. Algumas pacientes selecionadas tem flacidez somente no abdome inferior, e neste caso da para fazer mini abdominoplastia, que significa a retirada parcial da pele abaixo do umbigo, sem reposicionar o umbigo. E outras pacientes, ainda mais raramente, poder ter flacidez somente da parte superior do abdome, e neste caso pode ser feita abdominoplastia reversa, que tem a cicatriz localizada abaixo da mama ao inves da cicatriz padrão que fica suprapúbica.

Também existem outros casos raros, que são as abdominoplastias reservadas somente para quem tem um grande excesso de pele que não poderia ser corrigido somente pela abdominoplastia convencional. São elas a abdominoplastia em âncora e a abdominoplastia circunferencial. Na abdominoplastia em âncora, além de ser retirada a pele abaixo do umbigo, também retiramos uma faixa de pele no sentido vertical. Na circunferencial, além de retirar a pele abaixo do umbigo, retiramos também a pede da região dorsal.

O tamanho da cicatriz e a técnica utilizada dependem muito da quantidade de pele em excesso que a paciente tem. Geralmente, se a paciente sentar a 90 graus e com as pernas esticadas, ela consegue ver até aonde vai o seu excesso de pele e, consequentemente, aonde deveria ir a cicatriz para corrigir este excesso.

O pós operatório da abdominoplastia não costuma ser doloroso. Nos primeiros 15 dias a paciente deve evitar a extensão completa do corpo devido ao retalho de pele que foi retirado . Após 15 dias a posição já é normalizada, mas ainda deve evitar fazer esforço físico importante até 45 dias. Com 45 dias liberamos para caminhadas e para malhar o membro superior. Mas para malhar membro inferior e fazer exercícios de impacto, preferimos esperar até os 3 meses de pós operatório.

62 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo